Los tiempos cambian, los paradigmas cambian, el intercambio de información cambia. El intercambio global y libre ha dejado de ser una utopía. / Times change, paradigms change, the exchange of information changes. The global free exchange has stopped being a utopia.

viernes, 20 de diciembre de 2013

A.V. - Balalaica (1979)



O cassete BALALAICA (Estúdio OM & Nomuque Edições) tem um papel pioneiro enquanto trabalho poético coletivo sonoro, antecipando toda a onda de poesia dita sonora que, valorizando a voz, de par com os recursos propiciados pela tecnologia relativa a sons, de um tempo para cá, preocupou muitos poetas. Naquele tempo - e era o ano de 1979 - a coisa era caseira e ainda tosca, o que valoriza ainda mais o trabalho técnico de Carlos Valero, também seu idealizador. Como houve uma ARTÉRIA chamada ZERO À ESQUERDA (1981) houve esta BALALAICA, publicação coletiva em que muito se ouve e pouco se vê. A dimensão sonora do verbal e do não-verbal. O milagre do som tirado de tudo. Do inesperado. Recuperação de procedimenbtos idos. A novidade não estava em se gravarem poemas: poetas já faziam isto desde os inícios do século XX. A novidade está no fato de ser uma revista. Sonora. Trabalho coletivo em que poetas se colocam pela voz e vozes se colocam para poetas ausentes. Só nos resta ouvi-la! BALALAICA: o som da poesia.

fuente / source http://www.nomuque.net/

descargar / download



No hay comentarios: